sexta-feira, 17 de dezembro de 2010

segunda-feira, 6 de dezembro de 2010

quinta-feira, 11 de novembro de 2010

sermão leia e comente 11/11/2010

SEM LENHA O FOGO SE APAGA

"Sem lenha o fogo se apaga;
e não havendo difamador, cessa a contenda".
Provérbios 26.20.

Este verso bíblico descreve uma grande verdade: se as pessoas pararem de "por lenha na fogueira", a contenda acaba.

Este princípio, o "Princípio da Fogueira", aplica-se também à vida espiritual.

Quando uma pessoa tem uma experiência real com Jesus Cristo, algo como que um fogo de Deus invade o seu coração. Ela se sente revivida, renovada, animada, inspirada, pronta para qualquer desafio. É capaz de vencer antigas barreiras, vícios, problemas.

No entanto, depois de algum tempo, podemos perceber que este fogo se apaga em alguns crentes. O quê houve? Faltou alimentar o fogo de Deus.

O cristão, então, torna-se morno, indiferente, infeliz.

Qual seria o combustível da vida cristã, capaz de manter a chama acesa? O que mantém o fogo de Deus no coração do cristão são certas práticas diárias. Simples, porém, poderosas. Vamos chamá-las de GRAVETOS.

1. O Graveto da Oração
Orai sem cessar, dizem as Escrituras.
Mateus 26.41; I Tessalonicenses 5.17; Tiago 5.16.

2. O Graveto da Leitura Bíblica
Examinai as Escrituras, disse Jesus.
João 5.39; Mateus 22.29; Efésios 6.17.

3. O Graveto da Convivência Cristã
Não abandonei a vossa congregação, disse o apóstolo.
Hebreus 10.25; João 13.34-35; Romanos 12.9-17.

4. O Graveto do Testemunho Pessoal
E sereis minhas testemunhas, disse Jesus.
Atos 1.8; Mateus 28.19-20; Marcos 16.15-16.

O cristão bem informado vê a Oração, a Leitura Bíblica, a Convivência Cristã e o Testemunho Pessoal como privilégios, e não como deveres de casa.

Ele sabe que sua oração é ouvida por Deus porque Jesus Cristo morreu numa cruz em seu lugar; que muitos dedicaram suas vidas para que as Escrituras chegassem às suas mãos; que a Convivência Cristã permite-lhe realizar para Deus obras que jamais conseguiria sozinho e que o seu Testemunho Pessoal, além de salvar vidas, contribui para a sua própria edificação e fortalecimento da Igreja.

Irmão, mantenha a chama acesa.
Lembre-se: Sem lenha, o fogo se apaga.

sábado, 2 de outubro de 2010



quinta-feira, 30 de setembro de 2010

FOLHA DA IGREJA 30/09/2010

O IR:RAILTON ESTARA DANDO UM CURSO BIBLICO.SOBRE O CEUN EO INFERNO.COMEÇERÁ NESSA SEGUNDA FEIRA.AS 19H ATÉ AS 20H. NA CASA DO PASTOR JOÃO MARIA NERIS DE FREITAS.
O TRABALHO DA CONSTRUÇÃO DO NOVO TEMPLO DA IGREJA EVANGELICA CONGREGACIONAL. EM CAMPO GRANDE-RN



terça-feira, 28 de setembro de 2010

medite 28/09/10

sábado, 4 de setembro de 2010

FOLHA DA IGREJA

04/09/2010
A IGREJA CONGREGACIONAL JA ESTÁR COM O TEMPLO BEM ERGUIDO GLORIA TEMOS QUE DAR A NOSSO GRADIOSO DEUS. POIS TEM NOS PRESENTIADO COM ESSE MARAVILHOSO TEMPLO.FICA SITUADO NA PRAÇA BRAULO DE MELO.NO ALTO DA ESPERANÇA. CAMPO GRANDE RN.EM BREVE ESTAREMOS ENAUGURANDO.SE DEUS QUESER. AMEM.



FOLHA DA IGREJA;
MAS UMA NOTICIA. O AMADO IRMÃO RAILTON ESTARÁ PREGANDO NESTA TERÇA FEIRA 07/DE SETEMBRO NA INDEPÊNDECIA FM.AS 13H ATÉ 14H.DA TARDE.

MAS UMA NOTICIA DESSA VEZ É A FOLHA DA CIDADE. NESTA TERÇAFEIRA AS ESCOLAS DA CIDADE DE CAMPO GRANDE-RN ESTARÁ REALIZANDO UMA GRANDE MACHA.COM OS ALUNOS DOS MESMOS.AS 4H DA TARDE.ESCOLA MUNICIPAL PROFESSOR JOAQUI LEAU PIMENTE,E.E.ADRIÃO MELO.E.E.PROFESSORA MARIA VIÊIRA LIBERATO. E E.M.IÊDA MEDEIROS.A MACHA SAIRÁ PERCORRENDO AS VIAS DA CIDADE.


O IRMÃO RAILTON DEIXA SEU VESIULO:SALMO,1°
"Bem-aventurado o homem que não anda segundo o conselho dos ímpios, nem se detém no caminho dos pecadores, nem se assenta na roda dos escarnecedores.

Antes tem o seu prazer na lei do SENHOR, e na sua lei medita de dia e de noite.

Pois será como a árvore plantada junto a ribeiros de águas, a qual dá o seu fruto no seu tempo; as suas folhas não cairão, e tudo quanto fizer prosperará.

Não são assim os ímpios; mas são como a moinha que o vento espalha.

Por isso os ímpios não subsistirão no juízo, nem os pecadores na congregação dos justos.

Porque o SENHOR conhece o caminho dos justos; porém o caminho dos ímpios perecerá".
POIS BEM NÃO DEVEMOS SENTAR-SE NA RODAS DE PESSOAS QUE NÃO TÃO NEM AI COM DEUS.VAMOS PESIR CONSELHO A DEUS E OUVIR DELE.POIS ELE É O NOSSO ESCULDO.AMEM.

REALMENTE HÁ TEMPO PARA TUDO ECLESIASTES 3;16

portasdasavacao

“Jesus, pois, lhes afirmou de novo: em verdade, em verdade vos digo: eu sou a porta das ovelhas todos quantos vieram antes de mim são ladrões e salteadores; mas as ovelhas não lhes deram ouvido. Eu sou a porta. Se alguém entrar por mim, será salvo; entrará, e saira, e achará pastagem. O ladrão vem somente para roubar, matar e destruir; eu vim para que tenham vida e a tenham em abundancia”. João 10:7-10

A porta é algo indispensável em qualquer construção. Para entrarmos em qualquer lugar, usamos a porta. Ninguém entra pela janela ou pelo telhado, a não ser com más intenções. Para entrarmos no reino de Deus temos também, de usar uma porta, que é única. Essa porta é Jesus.

Espiritualmente falando as portas são o lugar onde exercemos nossa autoridade, manifestamos nossa vontade, fazemos nossas escolhas e tomamos nossas decisões.

As duas portas que levam para eternidades diferentes:

A Porta estreita e a Porta larga. Entrai pela porta estreita (larga é a porta e espaçoso o caminho que conduz para a perdição e são muitos os que entram por ela). Porque estreita é porta e apertado o caminho que conduz para a vida, e são poucos os que acertam com ela”. Mt 7:13,14

Uma conduz para vida eterna e a outra para a perdição eterna. O Senhor faz um apelo para que entremos pela porta estreita. Quantos preferem entrar pela porta larga. É mais fácil passar pela larga, é mais prazeroso e a carne gosta: prostituição, os vícios, bebedeiras, fornicação, festas e orgias.

A porta estreita exige compromisso, fidelidade, obediência e temor a Deus. Para entrarmos pela porta estreita faz-se necessário observarmos algumas coisas. Saber do Amor de Deus ( Jo 3:16-18); Que todo homem é pecador ( Rm. 3:23); Que Cristo morreu por nós (2 Cor 15:3-8); Que quem confessar a Jesus como Salvador pessoal será salvo (Rm. 10:9-13).

As muitas portas pelas quais devemos entrar: “Passai, passai pelas portas; preparai o caminho ao povo…” Is 62:10a

São muitas as dificuldades que você tem enfrentado? Aflição, angústia, dor, ansiedade, sofrimento? Eu conheço alguém que tem a solução para cada problema. Continue lendo..

Atenção! Jesus tem visto a tua dor e quer que você passe por momentos de grandes alegrias e vitórias. Você foi criado para ser uma bênção! Procure entrar pelas portas que Jesus tem aberto à humanidade e certamente encontrarás salvação, consolo e paz.

A Bíblia nos ensina acerca de várias Portas: Porta da esperança (Os.2:15). O povo de Deus jamais pode desviar de seus olhos a esperança de que a fidelidade de Deus se fará cumprir, a despeito de nossas infidelidades, ele permanece fiel). Porta da fé ( At 14: 2 ). A porta da fé nos foi aberta por Jesus através de seus ministros, uma vez que passamos por ela, não podemos apostatar (desviar), como muitos fazem. Devemos sim, prosseguir rumo ao alvo que nos foi destinado pelo Senhor, a vida eterna. Portas abertas para o trabalho (1 Cor 16:9 e 2 Cor 2:12). O Senhor tem aberto portas para a propagação do seu evangelho. Não podemos fechá-la por negligência, dando testemunho contrário ao que o Senhor quer, vivendo e obedecendo mais a carne que ao Espírito). Porta de nossos corações ( Ap 3:20 ). Jesus, a cada dia, bate na porta de nosso coração, querendo entrar para realizar a sua obra de Salvação e Santificação. Nós temos a chave que abre essa porta. E como convidado educado, ele só entrará, se autorizarmos. E assim manteremos comunhão com ele e ele conosco.

As doze portas do livro de Neemias

Neemias começa sua obra pelas portas. Como já vimos, elas falam da vontade, da decisão. Simbolizam as prioridades que regem nossa vontade. Toda reconstrução exige uma tomada de posição e firme determinação, pois haverá obstáculos. O livro de Neemias nos fala de doze portas. Olhemos para cada uma delas, aplicando-as à nossa situação. Enquanto fazemos isso, deixemos que o próprio Espírito de Deus devasse nossa alma e indique tudo quanto precisa de reparo.

1) Portas das ovelhas (Ne 3:1) Encontro com o Cordeiro de Deus

2) Portas dos Peixes ( Ne 3:3 ) Lugar de Crescimento e Reprodução

3) Porta Velha (Ne 3:6 ) Libertação do Passado.

4) Porta do Vale ( Ne 3:13 ) O Milagre da Salvação

5) Porta do Monturo ( Ne 3:14) Remoção do lixo.

6) Porta da Fonte ( Ne 3:15) ) O Espírito Santo.

7) Porta do Pátio do Cárcere ( Ne 3:25 ) Livre das prisões.

8) Porta das Águas ( Ne 3:26) A Palavra de Deus.

9) Porta dos Cavalos ( Ne 3:28 ) Livres de Cargas.

10) Porta Oriental ( Ne 3:29 ) O Regresso de Jesus.

11) Porta da Atribuição ( Ne 3:31 ) A Comissão Divina.

12) Porta de Efraim ( Ne 8:16 ) A Porção Dobrada.

Jesus é a porta da Salvação (Jo 10:7-9)

- “Este Jesus é pedra rejeitada por vós, os construtores, a qual se tornou a pedra angular. E não há salvação em nenhum outro; porque abaixo do céu não existe nenhum outro nome, dado entre os homens, pelo qual importa que sejamos salvos”. At 4:11,12

- “Respondeu-lhe Jesus: Eu sou o caminho, e a verdade, e a vida; ninguém vem ao Pai, senão por mim”. Jo 14:6

- “Porquanto há um só Deus e um só Mediador entre Deus e os homens, Cristo Jesus, homem”. I Tm 2:5

Jesus é a porta da Salvação, para sermos salvos e termos, nossos nomes escritos no livro da vida do Cordeiro faz-se necessário que entremos por ele.

Há no mundo duas portas: a estreita, que conduz para a salvação e larga que conduz para a perdição eterna. Por qual dessas você tem passado?

Há outras portas pelas quais precisamos entrar para conquistarmos vitórias, mas lembrando sempre, que nem sempre será fácil adentrarmos pela porta estreita, que é nosso acesso para que as demais portas aqui mencionadas sejam abertas. Sacrifícios e renúncias nos acompanharão nesse adentrar, contudo, a companhia que teremos conosco é a mais sublime, forte e amorosa. É a companhia do Senhor dos Exércitos, o único vencedor de todas as batalhas. É Ele quem peleja por ti!!! Aleluia!!!

terça-feira, 3 de agosto de 2010

Tema: ‘’ O Ministério dos jovens’’.03/08/2010

2 Timóteo 4:5.

Tema: ‘’ O Ministério dos jovens’’.

Introdução:
Uma exortação final à fidelidade, mesmo que outras pessoas se desviem.
Paulo diz para sê sóbrio em todas as coisas suportando as aflições. Cada
Jovem deve se preserva para seu ministério no reino de Deus.

Como os jovens devem desenvolver seu ministério?

Tópicos:


1) Participando no sofrimento pelo Evangelho: ( 2Tm 1:8. 2:3.)
Por que? Porque, através de tal participação, outros serão Salvos
(2 Tm 2:10.)

2) Cada jovem deve continuar na sã doutrina: (2Tm 1:13; 2:15).
A) Por que? Porque, a falsa doutrina espalha-se e leva à impiedade.
( 2Tm 2:16-17.).

3) Cada jovem deve fugir das paixões da mocidade: (2Tm 2:22.).
A) Por que? Porque, eles precisam ser purificados e separados para
O uso do mestre. (2Tm 2:21.).

4) Cada jovem deve evitar as contendas: ( 2Tm 2:23-25.).
A) Por que? Porque, eles precisam brandamente levar outros à verdade.
( 2Tm 2:24-26.).

5) Cada jovem deve pregar diligentemente o Evangelho: ( 2Tm 4:2.).
A) Por que? Porque, grande apostasia está vindo. ( 2Tm 4:3-4.).




Conclusão:

Lembre-se do que Jesus disse: ‘’ Na verdade vos digo que ninguém há, que tenha
Deixado casa, ou pais, ou irmãos, ou mulher, ou filhos, pelo reino de Deus,...E não haja de receber muito mais neste mundo e na idade vindoura a vida eterna’’. ( Lc 18:29-30.).
Participar do Evangelho é continuar na sã doutrina, é viver a verdade desse Evangelho como principio para nossa vida, pois ele é a verdade de Deus (Jo 17:17.).
Assim evitaremos cai em heresias, e contendas.
Desfruta desse Evangelho é desfruta do reino de Deus. É ser contemplado com o amor de Cristo. É ter o privilegio de conhecer a verdade de Deus, e seu filho que nos
Ama.
Amém.

mural de oração 03/08/2010

PEDIDOS DE ORAÇÃO

‘’E aconteceu que, naqueles dias, subiu ao monte a orar e passou a noite em oração a Deus’’.
(Lc 6:12), e ( Mt 6: 5-13).

JesuS NOS DIZ “E TUDO QUANTO PEDIrDE EM ORAÇÃO CRENDO O RECEBEREI”
( )

PORTANTO PEDIMOS AOS AMADOS IRMÃOS QUE ESTEJAM ORANDO pela a igreja.


PELA A FAMILIA DE DAMIANA DE ANTONIO DE SILVESTRE SUA FILHA ARATUZA.

PELO O EVANGELISMO AOS DOMINGO.
PELA A CONSTRUÇÃO DO TEMPLO
Pelos NOVOS CONVERTIDOS

POR KECYA QUE LOGO ESTARA FAZENDO UMA CIRUGIA
POR CAMPO GRANDE
PELO O PROGRAMA NA RADIO
PELO O ASCENTAMENTO RONALDO VALENCIA

O PROPOSITO DA CRUZ. 03/08/2010

O PROPOSITO DA CRUZ.

( GL 1:4.).

INTRODUÇÂO:
A vida de Cristo foi tão crucial para nossa redenção como sua morte, a morte de Cristo foi tanto uma propiciação como uma expiação pelo nosso pecado. A cruz de Cristo representa o a ‘’ paixão, o grande sofrimento de Cristo’’. A cruz de Cristo tem um propósito na vida da humanidade pecadora.

Tópicos:
1) Remir-nos de toda iniqüidade: ( Tt 2:14).
‘’ O qual se deu a si mesmo por nós para nos remir de toda a iniqüidade, e purificando para si um povo seu especial, zeloso de boas obras’’ ( Tt 2:14).

Há várias passagens na Escritura que falam de nossos pecados sendo lançados sobre Cristo e de Cristo tomando sobre si nosso pecado ou iniqüidade, ( Is 53:6, 12; Jo 1:29; 2Co 5:21; Gl 3:13; Hb 9:28; 1Pe 2:24). Com base na Escritura, podemos dizer que nossos pecados são imputados ou atribuídos a Cristo. Isso não significa que nossa pecaminosidade tenha sido transferida a ele e que ele tenha se tornado pessoalmente um pecador como nós. ‘’ Cristo não pecou’’ quando dizemos que nossos pecados são imputados a Cristo, estamos dizendo simples mente que a culpa por nossos pecados foi transferida a ele para que a justiça de Deus pudesse ser satisfeita e nós pudéssemos ser perdoados. A culpa do pecado, como passível de punição, foi imputada a Cristo, que sofreu a punição por ela em nosso lugar, dando-nós, assim acesso á vida eterna.

2) Conduzir-nos a Deus: ( 1P 3:18).
‘’Porque também Cristo padeceu uma vez pelos pecados, o justo pelos injusto, para levar-nos a Deus; mortificados, na verdade, na carne, mas vivificados pelo Espírito’’. ( 1Pe 3:18).

O ensino da Escritura é bem claro: todos os membros da Igreja são membros do corpo, cujo único cabeça é Cristo. O apostolo Paulo é suficientemente claro ao ensinar que ‘’ há somente um corpo e um Espírito, como também fostes chamados numa só esperança da vossa vocação; um só Senhor, uma só fé, um só batismo; só Deus e pai de todos, o qual é sobre todos, age por meio de todos,e esta em todos’’. Cristo é o único monarca, cabeça e esposo da Igreja, com quem ele promete estar sempre presente, conduzindo o seu povo a presença de Deus, inclusive ate o fim do mundo. ( Mt 28:20). Cristo de fato, está com a Igreja até a consumação dos séculos não por meio de um representante, e sim, pessoalmente, de forma espiritual. Conduzindo seu povo a Deus. Esse é um dos propósitos da cruz, somos conduzidos por Cristo.






3) Dar-nos a adoção de filhos: ( Gl 4:5).
‘’ Para remir os que estavam debaixo da lei, a fim de recebermos a adoção de filhos’’. ( Gl 4:5).

Os crentes são entes de tudo, filhos de Deus por adoção. Somente aqueles que receberam Cristo ( Jo 1:12), ou seja aceitaram sua obra na cruz, crêem que ele é o salvador, o filho de Deus e se entregaram a ele são adotados como filhos de Deus.e agora Deus coloca o pecador no estado de filho e passa a tratá-lo como filho adotivo, esses são inseridos na família de Deus, ficam sob a lei da obediência filial e passa a ter direito a todos os privilégios da família. O Espírito Santo nos regenera e nos santifica e.
Estimula-nos a nos direcionarmos a Deus cheios de confiança. Vendo como nosso pai, e somos adotados por Deus e tratados como seus filhos. Em Cristo Jesus.

4) Desarraigar-nos do mundo perverso: ( Gl 1:4).
‘’O qual si deu a si mesmo por nossos pecados, para nos livrar do presente século mau, segundo a vontade de Deus pai’’. ( Gl 1:4).

O mondo deve ser encarado como adversário do cristão. Não os seres humanos propriamente, mas a presente ordem de coisas e circunstâncias em que o mal da sempre voz de presença.

João aconselha-nos: ‘’ Não ameis o mundo.’’. (Jo 2: 15a ). Ele nos oferece um contrate entre o cunho mau e passageiro deste mundo e a duração eterna que faz a santa vontade de Deus: ‘’ Ora, o mundo passa, bem como a sua concupiscência; aquele, porem, que faz a vontade de Deus permanece eternamente’’. ( Jo 2:15-17).

Jesus Cristo, contando a parábola das dez minas, revela seu conhecimento de que o mundo rejeitaria seu conhecimento e de que o mundo rejeitaria seu reinado ( Lc 19:14).

O Aposto João declara que ‘’O mundo inteiro jaz no maligno’’ ( Jo 5:19b;) O mundo não pertence a satanás, mas lhe foi entregue por um período que se prolongara ate que se cumpram os desígnios inescrutáveis de Deus. ( Lc 6:14). A influencia de satanás que torna mau o mundo é a que encontramos corações humanos sem Cristo.

Mas diante de tudo isso encontramos a palavra de Deus que nos conforta o Apostolo João nos diz: ‘’ ....esta é a nossa vitória que vence o mundo, a nossa fé’’. Cristo nos desarraigou deste mundo, a sua obra na cruz do calvário é suficiente para nossa salvação. A cruz de Cristo nos separa deste mundo perverso.







5) Mostrar-nos um novo modo de vida: ( 2Co 5:15).
‘’ E ele morreu por todos, para que os que vivem não vivam mais para si, mas para aquele que por eles morreu e resgatou’’. ( 2Co 5:15).

Todos os cristãos são agora convidados para desenvolve um modo de vida que agrade ao Senhor Jesus Cristo, a viver nos seus princípios, e seus princípios são:
O principio do amor: ( 1Co 13:1-3).( Jo 15:12).
O principio da comunhão: ( 1Co 12:12-27).
O Principio da unidade: ( 1Co 3:10-17).

6) Conceder-nos o Espírito prometido: ( Gl 3:13-14).
‘’ Cristo nos resgatou da maldição da lei, fazendo-se maldito por nós; porque: esta escrito: maldito todo aquele que for pendurado no madeiro. Para que a benção de Abraão chegasse aos gentios por Cristo, e para que pela fé nós recebamos a promessa do Espírito’’. ( Gl 3:13-14).

Uma vez que quebramos a aliança de Deus violando a lei, merecemos receber a maldição da lei e a condenação de Deus. Mas Cristo levou a maldição em nosso lugar, dando-nos paz com Deus ( Rm 3:21-26; 4:25). Jesus Cristo nosso mediador ( 1Tm 2:5).

Os gentios que chegaram a fé, cujas vidas são marcadas pela habitação do Espírito, são o cumprimento da promessa de que através de Abraão todas as nações serão abençoadas. O Espírito é a benção prometida a Abraão.

Deus prometeu benção salvadora para as nações, e essa salvação se cumpre na pessoa de sue filho Jesus Cristo. Em Cristo recebemos a vida.e Cristo foi penalizado na cruz em nosso favor, essa é um dos propósitos da cruz de Cristo nos livra da condenação e receber em Cristo a salvação, ( vida eterna).

7) Fazer de Jesus o SENHOR sobre todos: ( Rm 14:9.).
‘’Foi para isto que morreu Cristo, e tornou a vive; para ser Senhor, tanto dos mortos como dos vivos’’. ( Rm 14:9).

Somente Cristo é o SENHOR. E o juiz de seu povo, ele governa sobre todos exercendo o seu Senhoril, só ele é SENHOR. A cruz de Cristo tem como propósito nos ensinar essa verdade sobre a pessoa de Cristo. Que ele é o SENHOR.

Conclusão:
Essa é a finalidade da cruz do nosso Senhor Jesus Cristo, nossa salvação, ela satisfez a justiça de Deus, em Cristo fomos perdoados, justificados, tudo isso pela obra de Cristo na cruz por nós, na pessoa de Cristo fomos reconciliados e adotados como filhos recebendo as benções da família. Amém.

Pres... João Maria N Freitas.
Igreja Evangélica Congregacional.
20/06/2010.

domingo, 25 de julho de 2010

ola mas uma opção ascese o site smc.manhacomcristo.uebnode.com/ fique a vontade meus queridos um abraço.

sábado, 10 de julho de 2010

o amado irmão Railton Rocha deixa essa mensagem para voce. querido visitantes.

IGREJA EVANGELICA CONGREGACIONAL:
CAMPO GRANDE-RN.

EU SOU A PORTA:
( JOÃO 10: 9 ).
O Senhor Jesus Cristo apresentou-se como a porta que dá para a salvação. Ele desse: ‘’ Eu sou a porta. Se
Alguém entrar por mim, será salvo; entrará e sairá e achará pastagem’’ ( João 10:9).
Vamos examinar cada palavra da declaração ‘’Eu sou a porta’’.
O pronome pessoal ‘’Eu’’ refere-se ao Senhor Jesus Cristo. Quando Ele diz ‘’Eu sou a porta’’, Ele exclui
tudo e todos.
Daí, a Igreja – ainda que uma instituição divina – não é a porta. O pregador ainda embora capaz de
mostra a porta aos seus ouvintes não é a porta. As ordenanças embora dadas pelo Senhor não são a porta. As
boas obras embora desejáveis nos crentes não são a porta.
O próprio Senhor é a Porta: Ele disse: ‘’Ninguém vem ao pai senão por mim’’ ( João 14:6). Está escrito:
‘’Não há salvação em nenhum outro; porque abaixo do céu nem um outro nome, dado entre os homens, pelo
Qual importa que sejamos salvos’’ ( At 4:12).
A palavra ‘’Sou’’ merece serias considerações. Ele não disse: ‘’Eu era a porta’’ – como se fosse verdade
apenas no passado.
Ele não disse: ‘’ Eu serei a porta’’. – como se fosse algo que só no futuro se realizará.
Ele disse: ‘’ Eu sou a porta’’. Ele é a porta no presente – agora. Isso somos convidados: ‘’venha agora’’. A
Palavra nos assegura: ‘’Eis agora o tempo sobremodo oportuno. eis agora o dia da salvação’’. ( 1 Cor..6:2).
O artigo definido ‘’a’’ deve ser notado. O Senhor Jesus Cristo não disse: ‘’Eu sou uma porta’’. – como se
houvesse muitas portas. Todas as estradas levam Londres ( ou Roma) mas todas as portas não levam ao céu.
O Senhor Jesus Cristo não é uma das muitas portas, mas a porta – a única. Ele disse: ‘’Não há outro’’.
( Is 45:22). ‘’A ninguém viram senão só a Jesus Cristo’’. ( Mt 17:8).
A Palavra ‘’Porta’’ é simples e sugestiva. Todos nós sabemos o que é uma porta e para que serve – é uma
Entrada, uma abertura, uma via de acesso. O Senhor Jesus é a entra para a salvação, Paz, a vida eterna, a Gloria
Divina, o Céu e o lar!
E não é apropriado que Ele seja a porta? Pois Ele foi o único que morreu pelos nossos pecados, ‘’Para nos
Conduzir a Deus’’ ( 1Pe 3:18).
Foi seu precioso sangue que foi derramado para a remissão dos nossos pecados ( Ef 1:7). Ele ressuscitou
Dentre os mortos e é ‘’as primícias dos que dormem’’ ( 1Co 15:20).
Ele é o único que tem o direito e pode dizer: ‘’Eu Sou a Porta. Se alguém entra por mim, será salvo’’.
Observe agora a simplicidade da salvação de Deus – ‘’Se alguém entra por mim, será salvo’’. Não pela
lei – não pelas obras – não pelo caráter – não pela conduta – não pelo dinheiro, mas ‘’por mim’’, disse o Senhor
Jesus Cristo. A salvação é para todos que aceita Jesus Cristo, e confessa Ele como seu salvador e se entrega a
Ele. A porta está aberta, você tem um convite para entrar. Ele disse: ‘’vinde a mim’’ ( Mt 11:28). Você não
quer entra agora?
Quando você entra, passa a pertencer ao grande rebanho do Senhor Jesus Cristo, e você entrara e sairá,
e encontrara pastagens.
Em Cristo, você é uma nova criatura; depois as ordenas serão observada, as boas obras serão diligente-
Mente praticadas, você Glorificara o Senhor com seus bens e sua conduta revelara o fato de sua salvação.
Tendo consciência de que sou pecador e carente da salvação, aceito Jesus Cristo como meu salvador.

folha da igreja 10/07/10

os amados irmão Railton Rocha e o irmão Klecio estara abrindo um programa na radio de cg-rn com o programa manhã com cristo com os mensageiro da esperança. na quarta feira e sexta feira de 6h da manhã.

mural de pedidos de oração 10/07/10


pedimos oração por todos os missionarios,pela africa. e por demais paises que passam por nessecidades. e também pelo o eveangelismo.em toda cidade. tambem a irmã kecya de souza a amada irmã que aparece na foto pedimos por ela que logo estará surgeita a uma cirugia. e que sendo da vontade de Deus tudo ocorrera bem. amem

folha da igreja 10/07/10









construção da igreja evangelica congregacional em campo grande rn.que posamos orar pois deu uma parada por alguns motivo,mas que ligo voltara a ser construida. trabalhadore em obra. essas são as imagems.

terça-feira, 29 de junho de 2010

TIRA DUVIDA

OLA VOCE TEM DUVIDA NO EVANGELHO.QUER SABER MAS SOBRE COMO SER UM VERDADEIRO CRISTÃO.COMO SER UM CRISTÃO SEGUMDO O CORAÇÃO DE DEUS. OU ALGO MAIS MANDE-NOS UM RECADO CONTENDO SUAS PERGUNTAS E RESPONDEREMOS. AGRADECE O BLOG.

‘’ Igreja: Comunidade Cristã ’’.

‘’E perseveravam na doutrina dos apóstolos, e na comunhão, e no parti do pão, e nas orações’’.
( At 4:42; 4:32-37).
Introdução:
Para alguns - a Igreja é o edifício destinado ao culto, um lugar de calmo refugio.
Para outros – a Igreja é uma instituição eclesiástica, estabelecida para manter o homem em relação justa com Deus.
De alguma forma a Igreja pode ser isso tudo, mas para os autores do novo testamento ela é muito mais. Ela é um organismo vivo que não reconhece fronteiras de nacionalidade, nem de raça nem de denominações, é constituída de todos os verdadeiros crentes, isso é, os que põem sua fé em Jesus Cristo como seu Senhor e Salvador.
O que é a Igreja?
Tópicos:
1) A Igreja é uma comunidade que adora: ( At 2:42).
‘’Mas vem a hora, e já chegou em que os verdadeiros adoradores adorarão o Pai em espírito e em verdade, pois o Pai procura a tais que assim o adorem’’. ( Jo 4:23 ).
Antes de tudo a Igreja é uma comunidade, As brasas precisam estar juntas para se conservarem vivas. Assim também os crentes precisam estar em constante comunhão uns com os outros a fim de se conservarem vivos e crescerem espiritualmente.
‘’Não deixando de congregar-nos, como é costume de alguns, mas admoestemo-nos uns aos outros, e tanto mais quanto verdes que se vai aproximando aquele dia’’. ( Hb 10:25).
Por isso deve os crentes ser assíduos na assistência aos cultos e noutras atividades da Igreja. Foi para eles que Deus estabeleceu a Igreja. Os crentes devem adora juntos e compartilha seus testemunhos da vida cristã.
2) A Igreja é uma comunidade que da testemunho: ( At 14:3; 7).
Jesus nos disse, ‘’Receberes poder ao descer sobre vós o Espírito Santo, e sereis minhas testemunhas..... ‘’. (At 1:8).
Não é uma escolha que devemos fazer, nem mesmo um mandamento de nosso Senhor; é a declaração de um fato. Todo crente é chamado a ser uma verdadeira testemunha. E isto ele faz por atos e palavras.
A Igreja Cristã da seu testemunho quando seus membros, individualmente, permeiam a sociedade, ministrando em nome de Cristo em todos os aspectos da vida. Deus escolheu a comunidade cristã para por meio dela, proclamar o evangelho ao mundo.



3) A Igreja é uma comunidade que trabalha:( At 4:32-37).
Jesus Cristo descreveu sua vida e missão dizendo ‘’ No meio de vós eu sou como quem serve’’. ( Lc 22:27).
O padrão de vida da Igreja ele o apresentou quando disse ‘’Quem quiser torna-se grande entre vós, será esse o que vos sirva’’ ( Mc 10:43). A Igreja é ‘’ O povo servidor de um Senhor que serve’’.
Conclusão:
Não somente deve a Igreja proclamar sua fé, como deve vivê-la, continuando o ministério que Cristo começou neste mundo. Isto envolve dar a Ele de si, sem olhar quanto custa, onde quer que haja necessidade espiritual, social ou física, ela é o corpo vivo do Senhor Jesus Cristo que se dou por sua própria Igreja, e cada um de nós como membro deve buscar servi como nosso mestre. Adorando ao Senhor, e dando testemunho por meio do seu trabalho, serviço. Amém.


Pres... João Maria.
I.E. Congregacional.
27/06/2010.

sábado, 26 de junho de 2010

saiba que.... 26/06/10

não desista pois a um Deus que te ama e quer bem.Ele é conosco ele deixa esse convite para voce vinde a mim todos cansados e oprimido que eu o livrarei. então se achegue a ele. e va pregar a mensagem dele a outros. o cristão verdadeiro nunca quer ir para o céu.so ele senpre quer leva a sua familia portanto anucie a mensagem de Deus a sua familias e as demais. que Deus te reconpenssará a mastarde. amem ir; railton
05 - O Milagre da Vida

Como qualquer mãe, quando Karen soube que um bebê estava a caminho, fez todo o possível para ajudar o seu outro filho, Michael, com três anos de idade, a se preparar para a chegada.

Os exames mostraram que era uma menina, e todos os dias Michael cantava perto da barriga de sua mãe.
Ele já amava a sua irmãzinha antes mesmo dela nascer.
A gravidez se desenvolveu normalmente. No tempo certo, vieram as contrações.
Primeiro, a cada cinco minutos; depois a cada três; então, a cada minuto uma contração.
Entretanto, surgiram algumas complicações e o trabalho de parto de Karen demorou horas.
Todos discutiam a necessidade provável de uma cesariana.
Até que, enfim, depois de muito tempo, a irmãzinha de Michael nasceu.
Só que ela estava muito mal.
Com a sirene no último volume, a ambulância levou a recém-nascida para a UTI neonatal do Hospital Saint Mary.
Os dias passaram. A menininha piorava. O médico disse aos pais:
"Preparem-se para o pior. Há poucas esperanças".
Karen e seu marido começaram, então, os preparativos para o funeral.
Alguns dias antes estavam arrumando o quarto para esperar pelo novo bebê.
Hoje, os planos eram outros.
Enquanto isso, Michael todos os dias pedia aos pais que o levassem para conhecer a sua irmãzinha.
"Eu quero cantar pra ela", ele dizia.
A segunda semana de UTI entrou e esperava-se que o bebê não sobrevivesse até o final dela.
Michael continuava insistindo com seus pais para que o deixassem cantar para sua irmã, mas crianças não eram permitidas na UTI.
Entretanto, Karen decidiu.
Ela levaria Michael ao hospital de qualquer jeito.
Ele ainda não tinha visto a irmã e, se não fosse hoje, talvez não a visse viva.
Ela vestiu Michael com uma roupa um pouco maior, para disfarçar a idade, e rumou para o hospital.
A enfermeira não permitiu que ele entrasse e exigiu que ela o retirasse dali.
Mas Karen insistiu: "Ele não irá embora até que veja a sua irmãzinha!"
Então ela levou Michael até a incubadora.
Ele olhou para aquela trouxinha de gente que perdia a batalha pela vida.
Depois de alguns segundos olhando, ele começou a cantar, com sua voz pequenininha:
"Você é o meu sol, o meu único sol.
Você me deixa feliz mesmo quando o céu está escuro..." (Sunshine)

Nesse momento, o bebê pareceu reagir.
A pulsação começou a baixar e se estabilizou.
Karen encorajou Michael a continuar cantando.
"Você não sabe, querida, quanto eu te amo. Por favor, não leve o meu sol embora..."
Enquanto Michael cantava, a respiração difícil do bebe foi se tornando suave.
"Continue,querido!", pediu Karen, emocionada.
"Outra noite, querida, eu sonhei que você estava em meus braços...
" O bebê começou a relaxar. "Cante mais um pouco, Michael.
" A enfermeira começou a chorar.
"Você é o meu sol,o meu único sol.
Você me deixa feliz mesmo quando o céu está escuro...Por favor, não leve o meu sol embora..."
No dia seguinte, a irmã de Michael já tinha se recuperado e em poucos dias foi para casa.

O Woman's Day Magazine chamou essa história de O milagre da canção de um irmão. Os médicos chamaram simplesmente de milagre.
Karen chamou de milagre do amor de Deus. Nós estamos chamando de O Milagre da Vida...

NUNCA ABANDONE AQUELE QUE VOCÊ AMA. O AMOR É INCRIVELMENTE PODEROSO.
AME ACIMA DE QUALQUER COISA. ORE,
CANTE... E NÃO SE ESQUEÇA... SORRIA !!!



medite 26/06/10

folha da igreja 26/06/2010

a igreja evangelica congregacional ja estar sendo construida e agradeço a todos por estar orando por nos que continue.

o irmão Railton começou um projeto nas zonas rural de campo grande-rn e pede oração.por esse projeto "portanto ide por todo mundo e pregai o evangelho"mc 16;15 projeto o evangelho anuciado a todo.

domingo, 30 de maio de 2010


sexta-feira, 28 de maio de 2010

Quer vencer os desafios?- confie em DEUS!
Quer ser bom no que faz?- Pratique!
Quer alcançar o objetivo?- Jamais desista!
Quer crescer?- tenha raízes.
Quer ver resultados? Persevere.
Quer ser feliz?- esqueça o passado
Quer falar bem?- Escute melhor.
Quer aprender?-Persista em ler.
Quer realização pessoal?- Sirva!
Quer fazer diferença?-Pague o preço.
Aqueles que nada fazem e esperam algum tipo de vitória estão enganados.
A vitória é dos que lutam, dos que agem, dos que "saem do porto".
A vitória é dos que se arriscam para alcançar o alto da montanha.

Amar... É Fácil

Esta história é sobre um soldado que finalmente estava voltando para casa, após a terrível guerra do Vietnã. . .

Ele ligou para seus pais, em São Francisco, e lhes disse:

(Filho) - Mãe, Pai, eu estou voltando para casa, mas, eu tenho um favor a lhes pedir.

(Pais) - Claro meu filho (emocionados), peça o que quiser!

(Filho) - Eu tenho um amigo que eu gostaria de trazer comigo.

(Pais) - Claro meu filho, nos adoraríamos conhecê-lo!!!!

(Filho) - Entretanto, há algo que vocês precisam saber, ele fora terrivelmente ferido na última batalha, sendo que ele pisou em uma mina e perdeu um braço e uma perna. O pior é que ele não tem nenhum lugar para onde ir e, por isso, eu quero que ele venha morar conosco.

(Pais) - Eu sinto muito em ouvir isso filho, nós talvez possamos ajudá-lo a encontrar um lugar onde ele possa morar e viver tranqüilamente! (assustados).

(Filho) - Não, mamãe e papai, eu quero que ele venha morar conosco! (emocionado e muito nervoso)

(Pais) - Filho, disse o pai, você não sabe o que está nos pedindo. Alguém com tanta dificuldade, seria um grande fardo para nós.

Nós temos nossas próprias vidas e não podemos deixar que uma coisa como esta interfira em nosso modo de viver. Acho que você deveria voltar para casa e esquecer este rapaz. Ele encontrará uma maneira de viver por si mesmo (constrangidos) Neste momento, o filho bateu o telefone. Os pais não ouviram mais nenhuma palavra dele. Alguns dias depois, no entanto, ele receberam um telefonema da polícia de São Francisco. O filho deles havia morrido depois de ter caído de um prédio. A polícia acreditava em suicídio. Os pais angustiados voaram para São Francisco e foram levados para o necrotério a fim de identificar o corpo do filho. Eles o reconheceram, mas, para o seu horror, descobriram algo que desconheciam: O filho deles tinha apenas um braço e uma perna.

Os pais, nesta história são como muitos de nós. Achamos fácil amar aqueles que são bonitos ou divertidos, mas, não gostamos das pessoas que nos incomodam ou nos fazem sentir desconfortáveis.

De preferência, ficamos longe destas e de outras que não são saudáveis, bonitas ou "espertas" como "nós acreditamos que somos". Dou Graças a DEUS por nos enviar Seu Filho Jesus Cristo que não nos trata desta maneira. Alguém que nos ama com um amor incondicional, que nos acolhe dentro de uma só família. Esta noite, antes de nos recolhermos, façamos uma pequena oração para que DEUS nos dê a força que precisamos para aceitar as pessoas como elas são, e ajudar a todos, a compreender aqueles que são diferentes de nós. Há um milagre chamado AMIZADE, que mora em nosso coração. Você não sabe como ele acontece ou quando surge. Mas, você sabe que este sentimento especial aflora e você percebe que a AMIZADE é o presente mais precioso de Deus. Amigos são como jóias raras. Eles fazem você sorrir e lhe encorajam para o sucesso . Eles nos emprestam um ouvido, compartilham uma palavra de incentivo e estão sempre com o coração aberto para nós. Mostre aos seus amigos o quanto você se importa e é grato a eles.



DEUS PROCURA HOMENS QUE...

1. TENHAM FÉ, COMO NOÉ

"Pela fé Noé, quando avisado a respeito de coisas que ainda não se viam, movido por santo temor, construiu uma arca para salvar sua família. Por meio da fé ele condenou o mundo e tornou-se herdeiro da justiça que é segundo a fé" - Hebreus 11. 7 (NVI)

A fé impulsiona diferentes pessoas para diferentes coisas. Noé construiu uma arca e escapou a um horrendo julgamento. A fé nos impelirá a fazer algo que será o cumprimento da vontade de Deus a nosso respeito, pois nossas missões, que são ímpares para cada um de nós, exigem uma expressão ímpar de fé. Além disso, as responsabilidades individuais e os diferentes deveres do dia a dia,exigem uma manifestação especial de fé. (NTI)

O Novo Testamento também declara que Noé não somente era justo, como também pregador da justiça (2 Pedro 2.5). Nisso, ele é exemplo do que os pregadores devem ser. (BEP)

2. SEJAM OBEDIENTES, COMO ABRAÃO

"Pela fé, ofereceu Abraão a Isaque, quando foi provado, sim, aquele que recebera as promessas ofereceu o seu unigênito. - Sendo-lhe dito: Em Isaque será chamada a tua descendência, considerou que Deus era poderoso para até dos mortos o ressuscitar" - Hebreus 11.17-18. (ARC)

A fé e a obediência são inseparáveis entre si, assim como também são inseparáveis a incredulidade e a desobediência. (BEP)

A obediência de Abraão certamente sacrificaria todo o seu bem-estar. Não fora Deus a fazer a intervenção, o plano teria sido executado. A literatura judaica alude a esse acontecimento como o último e mais severo dos dez testes apresentados a Abraão (Ver Pirke Aboth 5:4). A fé foi o fator que levou à vitória, nos nove primeiros testes, menos severos; e também foi o fator para obtenção da vitória no teste mais severo de todos; a fé conferiu a Abraão seu melhor momento de obediência. (NTI)

3. SEJAM HUMILDES, COMO MOISÉS

"Vá, pois, agora; eu o envio ao faraó para tirar do Egito o meu povo, os israelitas. - Moisés, porém, respondeu a Deus: “Quem sou eu para apresentar-me ao faraó e tirar os israelitas do Egito?” - Deus afirmou: “Eu estarei com você. Esta é a prova de que sou eu quem o envia: quando você tirar o meu povo do Egito, vocês prestarão culto a Deus neste monte” - Êxodo 3. 10-12. (NVI)

Moisés não era apenas Moisés; ele era o Moisés em quem Deus estava cumprindo o Seu propósito. Esse é um segredo universal de homens verdadeiramente grandes: A HUMILDADE.

Eles são capacitados mediante a presença e o poder divino. O projeto era de Deus, e não de Moisés. Moisés seria apenas um instrumento. Naturalmente, suas habilidades naturais e seu conhecimento seriam usados no plano. Ele não seria apenas uma marionete. (ATI)

4. SEJAM VALOROSOS, COMO GIDEÃO

"Então, o Anjo do SENHOR veio e assentou-se debaixo do carvalho que está em Ofra, que pertencia a Joás, abiezrita; e Gideão, seu filho, estava malhando o trigo no lagar, para o salvar dos midianitas. - Então, o Anjo do SENHOR lhe apareceu e lhe disse: O SENHOR é contigo, varão valoroso" - Juízes 6.11-12. (ARC)

Certamente, o “SENHOR” (verso 14), e o “anjo do SENHOR” (verso 12), são a mesma pessoa aqui neste caso. Os teólogos chamam essa forma de manifestação divina, de “teofania”, i.e., uma manifestação de Deus em forma física. Todos que, como Gideão, procuram com toda dedicação servir a Deus terão a presença atuante e dinâmica de Deus com eles. Aos crentes do NT, o próprio Senhor Jesus fez esta promessa (Mateus 28.19-20). (BEP)

5. SEJAM SEGUNDO O CORAÇÃO DE DEUS, COMO DAVI

“...O SENHOR não vê como o homem: o homem vê a aparência, mas o SENHOR vê o coração”. - ...Então o SENHOR disse a Samuel: “É este! Levante-se e unja-o”. - Samuel apanhou o chifre cheio de óleo e o ungiu na presença de seus irmãos, e, a partir daquele dia, o Espírito do SENHOR apoderou-se de Davi. E Samuel voltou para Ramá" - I Samuel 16.7b, 12b e 13. (NVI)

“...o Senhor vê o coração...” O homem vê a aparência de uma pessoa ou coisa, e assim faz julgamentos precipitados. Mas Deus vê a realidade do homem ou coisa, e faz um juízo verdadeiro. É freqüentemente verdadeiro que as aparências enganam. Os homens são facilmente enganados e atos tolos ocorrem por causa de decepções. (ATI)

“...levante-se e unja-o....” Já em tenra idade, Davi cultivava um coração voltado para Deus como seu pastor espiritual (ver Salmo 23). Samuel não deveria olhar para a aparência infantil de Davi, mas deveria ungí-lo para ser o próximo rei de Israel, em cumprimento à vontade soberana de Deus, por tudo aquilo que Deus viu naquela menino e dele se agradou. (BEP)

(1) "...o Espírito do Senhor apoderou-se de Davi...” Multiplicou-se a capacidade de Davi (17. 33-37);
(2) Aumentou-se-lhe a inteligência e a perspicácia (17.34-36 e 49-50; 18. 5). (BS)

“O efeito da descida do Espírito do Senhor sobre Davi foi que o jovem pastor cresceu para tornar-se um herói, um estadista, um erudito, um sábio, um rei de profunda visão”. (Ellicott, in loc.). (ATI)

6. SEJAM ÍNTEGROS, COMO JÓ

"Havia um homem na terra de Uz, cujo nome era Jó; e este era homem sincero, reto e temente a Deus; e desviava-se do mal" - Jó 1.1. (ARC)

Nunca darei razão a vocês! Minha integridade não negarei jamais, até a morte. - Manterei minha retidão, e nunca a deixarei; enquanto eu viver, a minha consciência não me repreenderá - Jó 27.5-6. (NVI)

(1) O temor de Deus e o desviar-se do mal são o fundamento da vida irrepreensível e da retidão de Jó (cf. Provérbios 1. 7). “Sincero” refere-se a integridade moral de Jó e à sua sincera dedicação a Deus; “reto” denota retidão nas palavras, nos pensamentos e atos.
(2) Esta declaração da retidão de Jó é reafirmada pelo próprio Deus no
Capítulo 1.8 e no 2.3 onde, claramente, se vê que Deus, pela sua graça, pode redimir os seres humanos caídos, e torná-los genuinamente bons, retos e vitoriosos sobre o pecado. (BEP)

7. PREGUEM E SOFRAM PELO NOME DE JESUS, COMO PAULO

"Mas o Senhor disse a Ananias: “Vá! Este homem é meu instrumento escolhido para levar o meu nome perante os gentios e seus reis, e perante o povo de Israel. - Mostrarei a ele o quanto deve sofrer pelo meu nome”. - Então Ananias foi, entrou na casa, pôs as mãos sobre Saulo e disse: “Irmão Saulo, o Senhor Jesus, que lhe apareceu no caminho por onde você vinha, enviou-me para que você volte a ver e seja cheio do Espírito Santo” - Atos 9. 15 a 17. (NVI)

“...instrumento escolhido...” “Um vaso escolhido, selecionado. O genitivo de qualidade é muito comum no idioma hebraico, como também no grego “koiné” vernáculo. O Senhor Jesus escolheu a Saulo, antes deste ter escolhido ao Senhor Jesus. E o próprio Paulo, já apóstolo, sentia-se ser um vaso de barro indigno de encerrar tão grande tesouro (ver II Coríntios 4. 7). (NTI)

“...sofrer pelo meu nome...” A conversão de Paulo incluiu não somente uma ordem para pregar o evangelho, mas também uma chamada para sofrer por amor a Cristo. Paulo foi informado desde o início que ele sofreria muito pela causa de Cristo. No reino de Cristo, sofrer por amor a Ele é um sinal do mais alto favor de Deus (Mateus 5. 11, 12; Romanos 8. 17; II Timóteo 2. 3). A morte precisa atuar no crente para que a vida de Deus flua dele para os outros (Romanos 8. 17, 18, 36, 37; II Corínitos 4. 10-12). (BEP ( site do pastor)

reflita 29/05

29

quarta-feira, 19 de maio de 2010

o evangelho em campo


esse projrto tem como objetivo pregar a palavra de Deus, no sertão campo grande RN i é um futuro projeto ir; Railton preciso de suas oraçõe pois esse projeto tem que ser da vontade de DEUS. pois se não for não vale a pena,mas creio que é. pois jesus deixou dito em mc 16;15. portanto ide e pregai a palavra de Deus.ou seja o evangelho. agradeço.

medite igreja evangelica congregacional campo grande rn

Um dia, eu perdoei meu inimigoe fui forte…
no outro eu pedi perdãoe fui grande.
Um dia, mostrei minhas razõese fui eloqüente…
no outro, ouvi meu próximoe fui humano.
Um dia, lutei pela minha causae fui bravo..
no outro, lutei pela causa alheiae fui gente.
Um dia, batalhei pelo que queriae fui perseverante…
no outro, dividi o pãoe fui rico!
Um dia, recebi aplausose fui admirado…
no outro, fiz o bem em silêncioe os anjos me aplaudiram.
Um dia, usei a inteligênciae fui respeitado…
no outro, usei o coraçãoe fui amado!
Quando me dei conta minha vida mudou quando mudei minhas atitudes diante da vida e dos fatos.
Grandes coisas fez o Senhor por nós, e por isso estamos alegres. Louve ao Senhor em todo tempo.
Louve o nome do Senhor a todo instante.
Busque a gloria do Senhor e toda a vida viva para o Senhor.
A sua gloria brilha mais que o sol;
o seu amor é mais profundo que o mar,
a sua glória é clara mais que a maior luz.
Ele é Senhor do céu da terra e mar.
Louve ao Senhor com sua vida.
Louve o nome do Senhor no testemunho.
Ele é Senhor e merece ser louvado sempre. Louvemos ao Senhor.

Perfume disfarça ipocrisia

Eram dois vizinhos. O primeiro vizinho comprou um coelhinho para os filhos. Os filhos do outro vizinho pediram um bicho
para o pai. O homem comprou um pastor alemão.

Papo de vizinho:
- Mas ele vai comer o meu coelho.
- De jeito nenhum. Imagina. O meu pastor é filhote. Vão crescer juntos, pegar amizade. Entendo de bicho. Problema
nenhum.
E parece que o dono do cachorro tinha razão. Juntos cresceram e amigos ficaram.

Era normal ver o coelho no quintal do cachorro e vice-versa. As crianças, felizes.
Eis que o dono do coelho foi passar o final de semana na praia com a família e o coelho ficou sozinho. Isso na
sexta-feira.
No domingo, de tardinha, o dono do cachorro e a família tomavam um lanche, quando entra o pastor alemão na cozinha.
Trazia o coelho entre os dentes, todo imundo, arrebentado, sujo de terra e, claro, morto. Quase mataram o cachorro.

- O vizinho estava certo. E agora?
- E agora eu quero ver!
A primeira providência foi bater no cachorro, escorraçar o animal, para ver se ele aprendia um mínimo de civilidade e
boa vizinhança. Claro, só podia dar nisso.
Mais algumas horas e os vizinhos iam chegar. E agora? Todos se olhavam.
O cachorro chorando lá fora, lambendo as pancadas.
- Já pensaram como vão ficar as crianças?
- Cala a boca!
Não se sabe exatamente de quem foi a idéia, mas era infalível. - Vamos dar um banho no coelho, deixar ele bem
limpinho, depois a gente seca com o secador da sua mãe e colocamos na casinha dele no quintal. Como o coelho não
estava muito estraçalhado, assim o fizeram. Até perfume colocaram no falecido. Ficou lindo, parecia vivo, diziam as
crianças. E lá foi colocado, com as perninhas cruzadas, como convém a um coelho cardíaco. Umas três horas depois
eles ouvem a vizinhança chegar.

Notam os gritos das crianças, Descobriram! Não deram cinco minutos e o dono do coelho veio bater à porta. Branco,
assustado. Parecia que tinha visto um fantasma.
- O que foi? Que cara é essa?
- O coelho...o coelho....
- O que tem o coelho?
- Morreu!

Todos:
- Morreu? Ainda hoje à tarde parecia tão bem..
- Morreu na sexta-feira!
- Na sexta?
- Foi. Antes de a gente viajar as crianças o enterraram no fundo do quintal!

A história termina aqui. O que aconteceu depois não importa. Nem ninguém sabe. Mas o personagem que mais cativa
nesta história toda, o protagonista da história, é o cachorro.
Imagine o pobre do cachorro que, desde sexta-feira, procurava em vão pelo amigo de infância, o coelho. Depois de
muito farejar descobre o corpo. Morto. Enterrado. O que faz ele? Com o coração partido, desenterra o pobrezinho e vai
mostrar para os seus donos.
Provavelmente estivesse até chorando, quando começou a levar pancada de tudo quanto era lado. O cachorro é o herói.
O bandido é o dono do cachorro. O ser humano.
O homem continua achando que um banho, um secador de cabelos e um perfume disfarçam a hipocrisia, o animal
desconfiado que tem dentro dele.
Julga os outros pela aparência, mesmo que tenha que deixar esta aparência como melhor lhe convier. Maquiada.

Coitado do cachorro. Coitado do dono do cachorro. Coitados de nós, animais racionais , que muitas vezes não
passamos de completos irracionais...

Qual o seu perfume ? Será este simplesmente um véu para a hipocrisia ou é aquele que realmente exala as virtudes de
um verdadeiro servo , de um verdadeiro filho , de um(a) verdadeiro(a) Homem ou Mulher (sim ., com H ou M maiúsculo)
de Deus . Procure em oração verificar como Jesus Cristo te vê , se Ele te olha com um sorriso como se falasse : valeu à
pena morrer por você ou com tristeza , transmitindo ..........





J e s u s V o l t a r a . c o m . b r

folha da igreja 18/05/2010

a igreja evangelica finalmente estar com a construção do templo.estar sendo construida em frente a praça braulo de melo no alto da esperança.campo grande rn.nesta quinta feira dia 20/05 a igreja estará recebendo a igreja evangelica congregacional de felipe guerra-rn com o pr; deusdete e estará celebrando um evento.também. a igreja batista de campo grande-rn com o pr; maciel estará presente.

medite 19/05/2010

quarta-feira, 12 de maio de 2010

folha da igreja

a igreja evangelica congregacional estar com o projeto evangelico coração no ide. portanto ide e pregai o evangelho a toda criatura.mc 16;15 e vai estar em varias zona rural evangelizando e fazendo conhecido a palavra de Deus. ( hoje muintas igreja se preucupa a fazer uma comemoração do que fazer um culto evangelistico.para pregar a palavra de DEUS na cidade.)



o ir; Railton rocha esteve pregando e apresentando o programa palavra da verdade na radio em campo grande - rn nesta terça fera 11/05/2010 e esteve falando sobre o novo nascimento joão 3;1-22.reeleia e medite. Deus quer que nascemo da agua e do espirito. para que o passado se afogue e es que tudo se faça novo (Railton)
AS QUATRO LUZES PARA UMA DECISÃO

Antes de qualquer outra coisa, lembre-se:

Não se deve tomar uma decisão quando se está:
a) Profundamente desapontado.
b) Fisicamente exausto.
c) Irado.
d) Muito abatido e deprimido.
e) Com perspectiva de derrota.


Nestas circunstâncias é melhor dizer:
“-Ainda não tenho uma decisão. Preciso de mais tempo.”
01) Primeira luz: Oração
Leia Mateus 7.7-8 e Filipenses 4.7
Orar é falar com Deus, intimamente.
Na intimidade com Deus, o coração encontra paz nas tomadas de decisão.

02) Segunda luz: As circunstâncias
Todas elas devem ser analisadas com profundidade. Todos os prós e os contras devem ser levados em consideração. Não despreze nenhum fator.

03) Terceira luz: Os conselheiros.
Provérbios 11.14 e 15.22.
Não o conselho de uma pessoa qualquer, mas de cristãos experientes e, de preferência, de pessoas que pensam diferente de você.

04) Quarta luz: As promessas de Deus para sua vida
Peça a Deus um texto bíblico que o oriente nesta decisão.
Se o texto lhe disser "não", que seja não!
Se o texto for uma promessa de Deus para sua vida, firme-se nesta Palavra, pois:

A paz pode sair do coração.
As circunstâncias podem mudar.
Os conselheiros podem mudar.
Mas, a Palavra de Deus jamais mudará.

Com as 4 luzes verdes, siga em frente, com fé.



Autoria: Pr Silvado (adaptado)
Igreja Batista do Bacacheri

para todas as mãe parabéns

sábado, 8 de maio de 2010

Deus não precisa de arrumadinho.para pregar o evangelho,Deus não precisa de mim nem de voçe. Ele quer pessoas disposta para pregar o evangelho voçe ta disporto(a).diga pra DEUS eu estou disposto.

quarta-feira, 5 de maio de 2010

quarta-feira, 21 de abril de 2010

Frei MARTINHO LUTERO CONTRA O COMÉRCIO DAS INDULGÊNCIAS





Movido pelo amor e pelo empenho em prol do esclarecimento da verdade discutir-se-á em Wittemberg, sob a presidência do rev. padre Martinho Lutero, o que segue. Aqueles que não puderem estar presentes para tratarem o assunto verbalmente conosco, o poderão fazer por escrito. Em nome de nosso Senhor Jesus Cristo. Amém.




1ª Tese Dizendo nosso Senhor e Mestre Jesus Cristo: Arrependei-vos...., certamente quer que toda a vida dos seus crentes na terra seja contínuo arrependimento.
2ª Tese E esta expressão não pode e não deve ser interpretada como referindo-se ao sacramento da penitência, isto é, à confissão e satisfação, a cargo do ofício dos sacerdotes.
3ª Tese Todavia não quer que apenas se entenda o arrependimento interno; o arrependimento interno nem mesmo é arrependimento quando não produz toda sorte de modificações da carne.
4ª Tese Assim sendo, o arrependimento e o pesar, isto é, a verdadeira penitência, perdura enquanto o homem se desagradar de si mesmo, a saber, até a entrada desta para a vida eterna.
5ª Tese O papa não quer e não pode dispensar outras penas, além das que impôs ao seu alvitre ou em acordo com os cânones, que são estatutos papais.
6ª Tese O papa não pode perdoar divida senão declarar e confirmar aquilo que Já foi perdoado por Deus; ou então faz nos casos que lhe foram reservados. Nestes casos, se desprezados, a dívida deixaria de ser em absoluto anulada ou perdoada.
7ª Tese Deus a ninguém perdoa a dívida sem que ao mesmo tempo o subordine, em sincera humildade, ao sacerdote, seu vigário.
8ª Tese Canones poenitendiales, que não as ordenanças de prescrição da maneira em que se deve confessar e expiar, apenas aio Impostas aos vivos, e, de acordo com as mesmas ordenanças, não dizem respeito aos moribundos.
9ª Tese Eis porque o Espírito Santo nos faz bem mediante o papa, excluído este de todos os seus decretos ou direitos o artigo da morte e da necessidade suprema.
10ª Tese Procedem desajuizadamente e mal os sacerdotes que reservam e impõem aos moribundos poenitentias canonicas ou penitências para o purgatório a fim de ali serem cumpridas.
11ª Tese Este joio, que é o de se transformar a penitência e satisfação, Previstas pelos cânones ou estatutos, em penitência ou penas do purgatório, foi semeado quando os bispos se achavam dormindo.
12ª Tese Outrora canonicae poenae, ou sejam penitência e satisfação por pecadores cometidos eram impostos, não depois, mas antes da absolvição, com a finalidade de provar a sinceridade do arrependimento e do pesar.
13ª Tese Os moribundos tudo satisfazem com a sua morte e estão mortos para o direito canônico, sendo, portanto, dispensados, com justiça, de sua imposição.
14ª Tese Piedade ou amor Imperfeitos da parte daquele qtie se acha às portas da morte necessariamente resultam em grande temor; logo, quanto menor o amor, tanto maior o temor.
15ª Tese Este temor e espanto em si tão só, sem falar de outras cousas, bastam para causar o tormento e o horror do purgatório, pois que se avizinham da angústia do desespero.
16ª Tese Inferno, purgatório e céu parecem ser tão diferentes quanto o são um do outro o desespero completo, incompleto ou quase desespero e certeza.
17ª Tese Parece que assim como no purgatório diminuem a angústia e o espanto das almas, nelas também deve crescer e aumentar o amor.
18ª Tese Bem assim parece não ter sido provado, nem por boas ações e nem pela Escritura, que as almas no purgatório se encontram fora da possibilidade do mérito ou do crescimento no amor.
19ª Tese Ainda parece não ter sido provado que todas as almas do purgatório tenham certeza de sua salvação e não receiem por ela, não obstante nós termos absoluta certeza disto.
20ª Tese Por isso o papa não quer dizer e nem compreende com as palavras "perdão plenário de todas as penas" que todo o tormento é perdoado, mas as penas por ele impostas.
21ª Tese Eis porque erram os apregoadores de indulgências ao afirmarem ser o homem perdoado de todas as penas e salvo mediante a indulgência do papa.
22ª Tese Pensa com efeito, o papa nenhuma pena dispensa às almas no purgatório das que segundo os cânones da Igreja deviam ter expiado e pago na presente vida.
23ª Tese Verdade é que se houver qualquer perdão plenário das penas, este apenas será dado aos mais perfeitos, que são muito poucos.
24ª Tese Assim sendo, a maioria do povo é ludibriada com as pomposas promessas do indistinto perdão, impressionando-se o homem singelo com as penas pagas.
25ª Tese Exatamente o mesmo poder geral, que o papa tem sobre o purgatório, qualquer bispo e cura d'almas o tem no seu bispado e na sua paróquia, quer de modo especial e quer para com os seus em particular.
26ª Tese O papa faz muito bem em não conceder às almas o perdão em virtude do poder das chaves (ao qual não possui), mas pela ajuda ou em forma de intercessão.
27ª Tese Pregam futilidades humanas quantos alegam que no momento em que a moeda soa ao cair na caixa a alma se vai do purgatório.
28ª Tese Certo é que no momento em que a moeda soa na caixa vêm o lucro e o amor ao dinheiro cresce e aumenta; a ajuda, porém, ou a intercessão da Igreja tão só correspondem à vontade e ao agrado de Deus.
29ª Tese E quem sabe, se todas as almas do purgatório querem ser libertadas, quando há quem diga o que sucedeu com Santo Severino e Pascoal.
30ª Tese Ninguém tem certeza da suficiência do seu arrependimento e pesar verdadeiros; muito menos certeza pode ter de haver alcançado pleno perdão dos seus pecados.
31ª Tese Tão raro como existe alguém que possui arrependimento e, pesar verdadeiros, tão raro também é aquele que verdadeiramente alcança indulgência, sendo bem poucos os que se encontram.
32ª Tese Irão para o diabo juntamente com os seus mestres aqueles que julgam obter certeza de sua salvação mediante breves de indulgência.
33ª Tese Há que acautelasse muito e ter cuidado daqueles que dizem: A indulgência do papa é a mais sublime e mais preciosa graça ou dadiva de Deus, pela qual o homem é reconciliado com Deus.
34ª Tese Tanto assim que a graça da indulgência apenas se refere à pena satisfatória estipulada por homens.
35ª Tese Ensinam de maneira ímpia quantos alegam que aqueles que querem livrar almas do purgatório ou adquirir breves de confissão não necessitam de arrependimento e pesar.
36ª Tese Todo e qualquer cristão que se arrepende verdadeiramente dos seus pecados, sente pesar por ter pecado, tem pleno perdão da pena e da dívida, perdão esse que lhe pertence mesmo sem breve de indulgência.
37ª Tese Todo e qualquer cristão verdadeiro, vivo ou morto, é participante de todos os bens de Cristo e da Igreja, dádiva de Deus, mesmo sem breve de indulgência.
38ª Tese Entretanto se não deve desprezar o perdão e a distribuição por parte do papa. Pois, conforme declarei, o seu perdão constitui uma declaração do perdão divino.
39ª Tese É extremamente difícil, mesmo para os mais doutos teólogos, exaltar diante do povo ao mesmo tempo a grande riqueza da indulgência e ao contrário o verdadeiro arrependimento e pesar.
40ª Tese O verdadeiro arrependimento e pesar buscam e amam o castigo: mas a profusão da indulgência livra das penas e faz com que se as aborreça, pelo menos quando há oportunidade para isso.
41ª Tese É necessário pregar cautelosamente sobre a indulgência papal para que o homem singelo não julgue erroneamente ser a indulgência preferível às demais obras de caridade ou melhor do que elas.
42ª Tese Deve-se ensinar aos cristãos, não ser pensamento e opinião do papa que a aquisição de indulgência de alguma maneira possa ser comparada com qualquer obra de caridade.
43ª Tese Deve-se ensinar aos cristãos proceder melhor quem dá aos pobres ou empresta aos necessitados do que os que compram indulgências.
44ª Tese Ê que pela obra de caridade cresce o amor ao próximo e o homem torna-se mais piedoso; pelas indulgências, porém, não se torna melhor senão mais seguro e livre da pena.
45ª Tese Deve-se ensinar aos cristãos que aquele que vê seu próximo padecer necessidade e a despeito disto gasta dinheiro com indulgências, não adquire indulgências do papa. mas provoca a ira de Deus.
46ª Tese Deve-se ensinar aos cristãos que, se não tiverem fartura , fiquem com o necessário para a casa e de maneira nenhuma o esbanjem com indulgências.
47ª Tese Deve-se ensinar aos cristãos, ser a compra de indulgências livre e não ordenada.
48ª Tese Deve-se ensinar aos cristãos que, se o papa precisa conceder mais indulgências, mais necessita de uma oração fervorosa do que de dinheiro.
49ª Tese Deve-se ensinar aos cristãos, serem muito boas as indulgências do papa enquanto o homem não confiar nelas; mas muito prejudiciais quando, em conseqüência delas, se perde o temor de Deus.
50ª Tese Deve-se ensinar aos cristãos que, se o papa tivesse conhecimento da traficância dos apregoadores de indulgências, preferiria ver a catedral de São Pedro ser reduzida a cinzas a ser edificada com a pele, a carne e os ossos de suas ovelhas.
51ª Tese Deve-se ensinar aos cristãos que o papa, por dever seu, preferiria distribuir o seu dinheiro aos que em geral são despojados do dinheiro pelos apregoadores de indulgências, vendendo, se necessário fosse, a própria catedral de São Pedro.
52º Tese Comete-se injustiça contra a Palavra de Deus quando, no mesmo sermão, se consagra tanto ou mais tempo à indulgência do que à pregação da Palavra do Senhor.
53ª Tese São inimigos de Cristo e do papa quantos por causa da prédica de indulgências proíbem a Palavra de Deus nas demais igrejas.
54ª Tese Esperar ser salvo mediante breves de indulgência é vaidade e mentira, mesmo se o comissário de indulgências, mesmo se o próprio papa oferecesse sua alma como garantia.
55ª Tese A intenção do papa não pode ser outra do que celebrar a indulgência, que é a causa menor, com um sino, uma pompa e uma cerimônia, enquanto o Evangelho, que é o essencial, importa ser anunciado mediante cem sinos, centenas de pompas e solenidades.
56ª Tese Os tesouros da Igreja, dos quais o papa tira e distribui as indulgências, não são bastante mencionados e nem suficientemente conhecido na Igreja de Cristo.
57ª Tese Que não são bens temporais, é evidente, porquanto muitos pregadores a estes não distribuem com facilidade, antes os ajuntam.
58ª Tese Tão pouco são os merecimentos de Cristo e dos santos, porquanto estes sempre são eficientes e, independentemente do papa, operam salvação do homem interior e a cruz, a morte e o inferno para o homem exterior.
59ª Tese São Lourenço aos pobres chamava tesouros da Igreja, mas no sentido em que a palavra era usada na sua época.
60ª Tese Afirmamos com boa razão, sem temeridade ou leviandade, que estes tesouros são as chaves da Igreja, a ela dado pelo merecimento de Cristo.
61ª Tese Evidente é que para o perdão de penas e para a absolvição em determinados casos o poder do papa por si só basta.
62ª Tese O verdadeiro tesouro da Igreja é o santíssimo Evangelho da glória e da graça de Deus.
63ª Tese Este tesouro, porém, é muito desprezado e odiado, porquanto faz com que os primeiros sejam os últimos.
64ª Tese Enquanto isso o tesouro das indulgências é sabiamente o mais apreciado, porquanto faz com que os últimos sejam os primeiros.
65ª Tese Por essa razão os tesouros evangélicos outrora foram as redes com que se apanhavam os ricos e abastados.
66ª Tese Os tesouros das indulgências, porém, são as redes com que hoje se apanham as riquezas dos homens.
67ª Tese As indulgências apregoadas pelos seus vendedores como a mais sublime graça decerto assim são consideradas porque lhes trazem grandes proventos.
68ª Tese Nem por isso semelhante indigência não deixa de ser a mais Intima graça comparada com a graça de Deus e a piedade da cruz.
69ª Tese Os bispos e os sacerdotes são obrigados a receber os comissários das indulgências apostólicas com toda a reverência.
70ª Tese Entretanto têm muito maior dever de conservar abertos olhos e ouvidos, para que estes comissários, em vez de cumprirem as ordens recebidas do papa, não preguem os seus próprios sonhos.
71ª Tese Aquele, porém, que se insurgir contra as palavras insolentes e arrogantes dos apregoadores de indulgências, seja abençoado.
72ª Tese Quem levanta a sua voz contra a verdade das indulgências papais é excomungado e maldito.
73ª Tese Da mesma maneira em que o papa usa de justiça ao fulminar com a excomunhão aos que em prejuízo do comércio de indulgências procedem astuciosamente.
74ª Tese Muito mais deseja atingir com o desfavor e a excomunhão àqueles que, sob o pretexto de indulgência, prejudiquem a santa caridade e a verdade pela sua maneira de agir.
75ª Tese Considerar as indulgências do papa tão poderosas, a ponto de poderem absolver alguém dos pecados, mesmo que (cousa impossível) tivesse deshonrado a mãe de Deus, significa ser demente.
76ª Tese Bem ao contrario, afirmamos que a indulgência do papa nem mesmo o menor pecado venial pode anular o que diz respeito à culpa que constitui.
77ª Tese Dizer que mesmo São Pedro, se agora fosse papa, não poderia dispensar maior indulgência, significa blasfemar S. Pedro e o papa.
78ª Tese Em contrario dizemos que o atual papa, e todos os que o sucederam, é detentor de muito maior indulgência, isto é, o Evangelho. as virtudes o dom de curar, etc., de acordo com o que diz 1Coríntios 12.
79ª Tese Afirmar ter a cruz de indulgências adornada com as armas do papa e colocada na igreja tanto valor como a própria cruz de Cristo, é blasfêmia.
80ª Tese Os bispos, padres e teólogos que consentem em semelhante linguagem diante do povo, terão de prestar contas deste procedimento.
81ª Tese Semelhante pregação, a enaltecer atrevida e insolentemente a Indulgência, faz com que mesmo a homens doutos é difícil proteger a devida reverência ao papa contra a maledicência e as fortes objeções dos leigos.
82ª Tese Eis um exemplo: Por que o papa não tira duma só vez todas as almas do purgatório, movido por santíssima' caridade e em face da mais premente necessidade das almas, que seria justíssirno motivo para tanto, quando em troca de vil dinheiro para a construção da catedral de S. Pedro, livra um sem número de almas, logo por motivo bastante Insignificante?
83ª Tese Outrossim: Por que continuam as exéquias e missas de ano em sufrágio das almas dos defuntos e não se devolve o dinheiro recebido para o mesmo fim ou não se permite os doadores busquem de novo os benefícios ou pretendas oferecidos em favor dos mortos, visto' ser Injusto continuar a rezar pelos já resgatados?
84ª Tese Ainda: Que nova piedade de Deus e dó papa é esta, que permite a um ímpio e inimigo resgatar uma alma piedosa e agradável a Deus por amor ao dinheiro e não resgatar esta mesma alma piedosa e querida de sua grande necessidade por livre amor e sem paga?
85ª Tese Ainda: Por que os cânones de penitencia, que, de fato, faz muito caducaram e morreram pelo desuso, tornam a ser resgatados mediante dinheiro em forma de indulgência como se continuassem bem vivos e em vigor?
86ª Tese Ainda: Por que o papa, cuja fortuna hoje é mais principesca do que a de qualquer Credo, não prefere edificar a catedral de S. Pedro de seu próprio bolso em vez de o fazer com o dinheiro de fiéis pobres?
87ª Tese Ainda: Quê ou que parte concede o papa do dinheiro proveniente de indulgências aos que pela penitência completa assiste o direito à indulgência plenária?
88ª Tese Afinal: Que maior bem poderia receber a Igreja, se o papa, como Já O faz, cem vezes ao dia, concedesse a cada fiel semelhante dispensa e participação da indulgência a título gratuito.
89ª Tese Visto o papa visar mais a salvação das almas do que o dinheiro, por que revoga os breves de indulgência outrora por ele concedidos, aos quais atribuía as mesmas virtudes?
90ª Tese Refutar estes argumentos sagazes dos leigos pelo uso da força e não mediante argumentos da lógica, significa entregar a Igreja e o papa a zombaria dos inimigos e desgraçar os cristãos.
91ª Tese Se a Indulgência fosse apregoada segundo o espírito e sentido do papa, aqueles receios seriam facilmente desfeitos, nem mesmo teriam surgido.
92ª Tese Fora, pois, com todos estes profetas que dizem ao povo de Cristo: Paz! Paz! e não há Paz.
93ª Tese Abençoados sejam, porém, todos os profetas que dizem à grei de Cristo: Cruz! Cruz! e não há cruz.
94ª Tese Admoestem-se os cristãos a que se empenhem em seguir sua Cabeça Cristo através do padecimento, morte e inferno.
95ª Tese E assim esperem mais entrar no Reino dos céus através de muitas tribulações do que facilitados diante de consolações infundadas.

terça-feira, 6 de abril de 2010

medite vidio.06/04/2010

folha da igreja 06/04/2010

a igreja evangelica congregacional estara nesse mes fazendo um culto de missão no sitio uberaba. pedimos as orações de voçe amigo visitantes. para que possamos alcança almas para cristo.agradeçe a igreja.

vidio do dia 06/04/2010

quinta-feira, 18 de março de 2010


ola deixe-me um recado o que achou do blog. video
ola veija ate o final do vidio para entender. a igreja evangelica congregacional estar fazendo projeto coraçaõ no ide. ou seja evangelizando zonas rural da cidade. conta com sua ajuda der uma olhadinha no vidio. acima pode ajudar com oraçao biblia para distribuir e literatura. pode entra em contato no fim do vidio tem o endereço amem. railton lutando contra gigantes